[Review] A Múmia apresenta mais ação e menos terror

Hello Guys!

Na década de 1930, a Universal Pictures imortalizou no cinema os monstros mais famosos e clássicos do terror.

Múmia02

Drácula, Frankenstein, o Homem Invisível, o Lobisomem e o Monstro da Lagoa Negra – só para citar alguns – se consolidaram como pilares do cinema, e são reverenciados e admirados até hoje. Com a nova onda em Hollywood de universos compartilhados, a Universal decidiu buscar seus arquivos, e encontrou um documento vasto de personagens que poderiam utilizar para competir com a Marvel e a DC nos cinemas.

Então, decidiram começar com A Múmia e, enquanto a Marvel vai de vento em popa e a DC vai encontrando seu rumo, este novo mundo de monstro dá uma bela tropeçada em sua primeira investida. O roteiro nos apresenta a princesa Ahmanet (Sofia Boutella), que no Egito antigo, conspirou para ressuscitar o deus Set através de um hospedeiro humano.

Por esse crime, foi condenada a ser mumificada viva. Nos dias atuais, um grupo de caçadores de tesouro liderados por Nick Morton (Tom Cruise) inadvertidamente traz a múmia de volta à vida, com um rastro de destruição e pragas. A sinopse acima caberia direitinho para a franquia estrelada por Brendan Fraser no início dos anos 2000, provando que ao invés de encontrar novas maneiras de explorar os mitos do Egito, o diretor Alex Kurtzman apostou em uma abordagem genérica e pouco criativa.

Múmia03

Tom Cruise está apagado em cena, pouco fazendo para distinguir seu personagem de outros que já interpretou em sua carreira e até mesmo suas cenas de ação parecem cansadas. Russell Crowe perde a oportunidade de se divertir mais no papel do infame Dr. Henry Jekyll (e seu alter ego mais famoso e menos bonzinho).

O destaque positivo fica por conta de Sofia Boutella como a Múmia do título. Ela demonstra as doses certas de sensualidade e monstruosidade num papel ingrato, já que a personagem é mais um artifício da trama do que um personagem completamente formado.

Outros destaques são as referências aos outros monstros clássicos do terror e também quando há momentos pontuais da narrativa em que a ação e os efeitos especiais dão lugar a cenas de maior suspense, mostrando o potencial da série se focasse mais no terror e menos na ação.

A franquia de monstros da Universal Pictures começou com o pé esquerdo. A Múmia é só mais um filme genérico de ação, que mesmo trazendo Tom Cruise como protagonista, falha em causar qualquer impressão ao espectador. Esperamos que o próximo filme da série: A Noiva de Frankenstein conserte os erros e traga um início sólido para o novo universo que tanto esperamos ansiosos.

Múmia04

About the Author

GuValente

Deixe uma resposta