[Review] Jesus Rocks e Minha Amada

Salve Nerds!

Hoje tenho para vocês uma review de mais itens adquiridos na maravilhosa Brasil Comic Con 2014. Vamos às obras Jesus Rocks e Feliz Aniversário – Minha Amada, do cartunista mineiro, mas que mora em Jundiaí, Brão Barbosa.

Brão 10

Não falaremos demais, porque as HQs são curtas e ficaria cheio de spoilers! Em Jesus Rocks, temos a história de um pai “roqueiro” que está ensinando a história do rock’n roll para seu filho, especificamente de uma banda que ele acompanhou e gosta muito do som: The Son of Man.

Leo – em um primeiro momento, pensei que a história seria apenas com referência bíblica. Mas logo nas primeiras páginas, pude perceber que a releitura da história de Cristo iria bem mais a fundo. Brão consegue mesclar passagens com letras de músicas famosas para a ocasião. Até mesmo quando coloca a banda para tocar o Rock in Rio Jordão.

O que mais chama a atenção nessa HQ são as referências eximiamente trabalhadas pelo escritor, todas se referindo às músicas famosas do cenário musical misturadas às passagens bíblicas que demonstrariam, hipoteticamente, a vida de nome do vocalista, Jesus; finalizando com a emocionante e típica cena de os personagens dando a costas para a “câmera” com uma frase de impacto.

Brão 12

Já em Feliz Aniversário – Minha Amada, temos uma história de romance entre um casal, cujo homem da relação fez de tudo para ficar com sua amada. No dia do aniversário dela resolve contar todo o processo de seu plano arquitetado para ficar com a esposa. O enredo é cheio de mistério do começo ao fim, quando há clímax da história e a catarse. É praticamente uma tragédia em HQ. Sem contar que o estilo dos traços e a coloração do gibi o deixa mais envolto nesse mistério.

A cara da típica Dona Flor e seus Dois Maridos está em cada página da HQ, mas o que chama a atenção é que o personagem principal é também o narrador da história. Seu jeito de conduzir a trama até os momentos finais – e trágicos – fazem você pensar o que está certo e errado. E o mais bizarro é que eu precisei ler duas vezes para ver se o final era aquele mesmo.

Garanto a todos que comprarem para ler e prestigiar o autor brasileiro não vão se arrepender. É bom humor e emoção na certa lendo quaisquer uma das duas histórias. Confira também a entrevista com o autor Brão Barbosa.

Brão 13

About the Author

Penna

1 Comment

Deixe uma resposta