[Review] O histórico desfecho de O Destino de Uma Nação

Salve salve Nerds!

Filmes históricos sempre são bem-vindos, ainda mais aqueles vindos da terra da Rainha.

churchill02

Talvez o primeiro-ministro Winston Churchill seja um dos mais controversos políticos da história da Humanidade com 50% da população adorando sua pessoa e os outros 50% detestando sua presença. Muito devido a seu envolvimento com as grandes guerras.

Em O Destino de Uma Nação, Churchill está maestralmente interpretado pelo ator inglês Gary Oldman – o que justifica e muito sua indicação para o Oscar e seu prêmio no Globo de Ouro. Oldman mostra toda a grandeza que sua personagem sempre foi nos livros de história.

São apenas 80 anos que separam sua determinação à frente dos líderes ingleses – incluindo o rei George VI (Ben Mendelsohn) – até os dias atuais e não há um ícone na terra da Rainha que se iguale a ele. E no filme do diretor Joe Wright vemos como ele era insuportável perante o Parlamento.

churchill03

Com a eminencia da 2ª Guerra Mundial chegando às fronteiras inglesas, Churchill é o mais indicado para ocupar um cargo ingrato no Parlamento e para defender uma posição política que nem mesmo ele gostaria. Seu passado na 1ª Guerra não ajuda e o desprezo aumenta a cada dia.

Ao passo que acompanhamos a história pelos olhos da secretária particular Elizabeth Layton (Lily James), vemos que existe um homem apaixonado pelo país e com medo de Hitler embaixo de uma armadura contra seus opositores políticos. Méritos totais para Oldman e sua voz rouca e fala aos berros.

Não é nenhuma novidade que a grande virada da guerra de Churchill foi sua ideia de resgate dos soldados ingleses durante a batalha de Dunkirk – e aqui o nerd pula de felicidade, já que o filme de Christopher Nolan é praticamente uma continuação desta história.

churchill05

O Destino de Uma Nação merece as 6 indicações para o Oscar que, além de Oldman, deve ganhar por Melhor Maquiagem graças ao trabalho impecável de Kazuhiro Tsuji. Destaque também para o escritor Anthony McCarten, indicado ao Oscar pelo roteiro de A Teoria de Tudo.

Kell: Como uma adoradora da monarquia inglesa, achei o filme fabuloso. Praticamente o pre-sequel do seriado The Crown exibido pela Netflix. Em O Destino de Uma Nação, conhecemos um lado de Churchill que poucos entendem, pois geralmente só conhecemos o seu lado paranoico em relação aos nazistas.

Além de um primeiro ministro hostil com praticamente todo mundo no Parlamento, existe um homem que ama sua nação e respeita seu Rei e posteriormente sua Rainha. E Gary Oldman consegue nos mostrar tudo isso com a direção do maravilhoso Joe Wright.

churchill04

About the Author

Leo Luz

Jornalista, fotógrafo e admirador de cultura japonesa. Gosta de jogos, mas sua paixão são as HQs. E os livros. E filmes.

Deixe uma resposta