[Review] O Mistério de Gatuno encanta em uma história única

Olá Olá Nerds!

Já ouvi falar na premissa de que a curiosidade matou o gato? Pois é, não neste caso policial.

Gatuno01

Conheci a tirinha online Blue e os Gatos em 2014 após encontrar com o autor Paulo Kielwagen no finado Brasil Comic Con e acompanhei as aventuras que ele inventava para seu time de gatos liderados por Blue. Eram tantos felinos que não faltavam assuntos para serem abordados pela trupe.

Entre as tirinhas da vida, este ano, Paulo lançou via Catarse o projeto O Mistério de Gatuno, um spin-off da série principal ambientada no estilo Noir entre detetives e ladrões que precisei apoiar, não só pela criatividade do autor como também pela paixão ao tema.

O ex-policial e detetive particular Gohan está atrás de pistas que o levem ao Gatuno, um vilão especialista em agir no submundo do crime organizado da cidade. As buscas levarão o detetive para locais que não gostaria de estar, justamente por encarar ameaças a suas sete vidas frente a frente.

Gatuno02

Com uma influência dos aclamados The Spirit e Sin City – em suas devidas proporções, O Mistério de Gatuno diverte o leitor com uma história de suspense até as últimas páginas, deixando aquele gosto de ‘quero mais’ no final. A história não é elaborada, mas agrada para uma segunda leitura assim que terminar a revista.

Outro ponto é ver como a construção dos cenários é feita com muita perspectiva, como se estivéssemos na altura dos olhos dos felinos e andássemos na cidade junto com eles. As pinceladas de laranja em todos os quadrinhos transformam o uso do preto e branco tradicional e dão uma característica única ao título.

O Mistério de Gatuno foi um ótimo projeto apoiado no Catarse – para retirar na CCXP é um presente perfeito – e fica aqui a pergunta para o autor: ‘Quando teremos a próxima aventura do detetive Gohan nesse clima noir?’ Além da HQ, ainda ganhei no apoio alguns sketchs únicos e também um ótimo ímã de geladeira.

Gatuno03

About the Author

Leo Luz

Jornalista, fotógrafo e admirador de cultura japonesa. Gosta de jogos, mas sua paixão são as HQs. E os livros. E filmes.

Deixe uma resposta