[Review] Star Wars: Os Últimos Jedi é exatamente o que os fãs precisavam

ATENÇÃO: o texto contém leves spoilers de Star Wars: Os Últimos Jedi. Se preferir, leia após assistir ao filme.

Ainda por aqui? Então bora!

jedi04

“Isto não vai acontecer do jeito que você imagina”.

A frase, dita por Luke Skywalker à personagem Rey, em determinado momento de Star Wars: Os Últimos Jedi, parece até como um aviso do diretor Rian Johnson para a plateia: prepare-se para se surpreender e se emocionar.

O roteiro, também escrito por Rian Johnson, começa exatamente onde O Despertar da Força parou: Rey encontrou o mestre Jedi exilado Luke Skywalker e pede que ele a treine nos caminhos da Força. Enquanto isso, a Primeira Ordem vê seu poder militar cada vez maior e está prestes a esmagar a pequena Resistência liderada pela general Leia Organa.

jedi01

Rian Johnson criou um filme que funciona como Star Wars, e ao mesmo tempo subverte tudo o que achamos que conhecemos sobre a saga; apresenta alguns novos conceitos e poderes sobre a Força e revela caminhos inesperados para personagens misteriosos alvos de milhares de teorias de fãs sobre quem eram e de onde vieram.

A resposta a princípio pode parecer insatisfatória, mas vai de acordo com tudo que essa nova trilogia quer trazer para o público: um Star Wars imprevisível, não tão mais concentrado em reviver dramas antigos das trilogias anteriores, e sim em trazer novos rumos e conflitos interessantes que fujam do lugar comum que se espera de Star Wars.

Daisy Ridley e Adam Driver se estabelecem de vez como os novos protagonistas de Star Wars; a dinâmica de Rey e Kylo Ren ganha novos desenvolvimentos e pavimenta o caminho para o próximo episódio: John Boyega e Kelly Marie Tran fazem uma boa dupla enquanto Oscar Isaac tem a difícil e honrosa tarefa de contracenar com a sensacional Laura Dern, ambos expressando bem as motivações de seus respectivos personagens.

jedi06

A Força, porém, está com dois veteranos da série: Mark Hamill e Carrie Fisher. Hamill traz uma vulnerabilidade e cansaço a seu Luke Skywalker tão latentes, que quando o velho mestre Jedi exibe seus poderes, o momento é poderoso e vai ficar muito tempo na mente do espectador.

E nossa saudosa Carrie Fisher volta a mostrar a segurança e fortaleza que a caracterizou tão bem na trilogia original. Cada momento dela na tela nos lembra da falta que ela faz nos corações dos nerds.

Star Wars: Os Últimos Jedi é uma experiência catártica que traz para os fãs da série não exatamente o que queriam, mas o que precisavam. Titio J. J. Abrams tem uma grande responsabilidade pela frente, e que venha o Episódio IX – porque a gente não aguenta mais esperar!

jedi03

About the Author

Leo Luz

Jornalista, fotógrafo e admirador de cultura japonesa. Gosta de jogos, mas sua paixão são as HQs. E os livros. E filmes.

Deixe uma resposta