[Review] The Neal Morse Band e seu The Similitude of A Dream

Hey Ya!

Hoje falaremos sobre o novo álbum da The Neal Morse Band.

Neal band

Neal Morse tem uma carreira no rock progressivo com passagens no Spock’s Beard e com seu fiel escudeiro Mike Portnoy (ex-Dream Theater) nas bandas Transatlantic, Flying Colors e também no tributo ao Beatles com o Yellow Matter Custard. Porém, sua carreira solo está a todo vapor com uma banda de alto padrão.

Nealband02Mike Portnoy chegou a dizer que esse disco – The Similitude of A Dream – é o melhor álbum de progressivo que ele já gravou em toda sua carreira e devemos apontar o guitarrista Eric Gillete como um dos grandes destaques do álbum.

O título conceitual é duplo com mais de 1h40 e mostra diversas influências de bandas como Queen, Pink Floyd, Deep Purple e obviamente The Beatles, ainda que a marca registrada de Neal Morse está muito presente, com diversas melodias e arranjos muito bem pensados durante todas as músicas.

Existem diversos destaques como City of Destruction, Makes No Sense, Draw The Line, Back to the City e The Man in the Iron Cage – na real, poderia destacar todas as músicas, mas o álbum por completo é tão bom que a banda está executando-o nos shows.

Se ouvir esse álbum já é muito bom, imagina presenciar essa banda ao vivo, interpretando esse álbum. E os brasileiros terão a oportunidade de ver essa banda em ação com a confirmação de uma única apresentação da banda no Brasil no dia 18 de junho em São Paulo na casa Carioca Club.

E como não poderia ser diferente, já confirmei minha presença e estarei vendo Mike Portnoy mais uma vez.

About the Author

Rodrigo

Deixe uma resposta