[Review] Vikings deixa seu legado na 4ª temporada

Salve salve!

Vikings é aquela série que você admira, respeita e toma ‘spoiler’ porque tem base histórica do começo ao fim!

Vikings000

A série é uma produção do canal americano History e, como o próprio nome, tudo tem um fundo, um contexto baseado nos livros antigos que você já viu nas salas de aula. Não é novidade que alguns fatos tenham ocorrido, então aceite que não há spoilers neste texto. AQUELE personagem morre sim! Estamos combinados?

A quarta temporada – que terminou no começo deste ano – precisa ser vista como um legado sendo passado de pai para filho. Neste caso, do Rei Ragnar (Travis Fimmel) para os filhos Bjorn, Ubbe, Hvitserk, Sigurd e Ivar e foram precisos 20 episódios para mostrar que a guerra nórdica pode ferir diversos sentimentos, e pessoas.

A temporada foi dividida em duas partes com 10 episódios cada, sendo a primeira para mostrar como a relação entre o Rei Ragnar com a Inglaterra poderia ser benéfica para ambos, assim os vikings poderia atacar a região da Frankia e expandir seus domínios de forma duradoura. Tudo seria ótimo se não fosse a presença da Princesa Gisla (Morgane Polanski) para impedir boa parte da invasão.

Vikings002

Toda a primeira parte se passa em como os vikings irão derrotar as forças francesas – e não faltarão recursos para isso – e em como Ragnar se rende às drogas de Yidu (Dianne Doan), uma chinesa que aparece na série com o propósito de mudar o caminho do rei nórdico dos planos iniciais de invadir Paris com toda sua fúria.

Antes de começar a segunda parte da temporada, há um salto temporal onde todos os filhos de Ragnar são maiores de idade e todos se perguntam porquê o Rei desapareceu após a grande derrota em Paris. Seu retorno com a frase ‘Quem quer ser Rei?’ mostra que os novos episódios serão focados em cada movimento de Ragnar pelos países que já visitou.

Ele está desacreditado, Bjorn assumiu seu lugar no desbravamento às novas terras, enquanto os outros filhos buscam a fama do pai do jeito que podem. A Rainha Aslaug (Alyssa Sutherland) expandiu Kattegat para um porto comercial e recebe visitantes diários com novas especiarias e Lagertha (Katheryn Winnick) se tornou dona de suas próprias terras e exércitos.

Vikings001

Rei Ecbert (Linus Roache), Floki (Gustaf Skarsgård) e Rollo (Clive Standen) têm momentos muito especiais durante a segunda parte, principalmente o Rei como um dos poucos melhores amigos de Ragnar. As conversas entre eles são disparadas as melhores da série e, tanto Floki quanto Rollo, precisam provam para si mesmos o vikings que são e os deuses que adoram.

Kell: o roteiro não perdoa as personagens, os faz sofrer, se questionar sobre sua própria fé, brigarem entre si. Apesar da série não ter muitas cenas de guerra, todo o roteiro e os cenários são muito bem feitos e construídos, e o fato de ser baseado em algo real, deixa tudo muito mais legal de assistir e vibrar junto com as vitórias no campo de batalha.

E após 20 episódios, deixa apenas a sede de vingança e de sangue mais ativa que nunca. Nos resta apenas aguardar a 5ª temporada que promete muito com a evolução de Björn ‘Ironside’ Lothbrok e do insano Ivar Lothbrok, o ‘Sem Ossos’. Oremos para Odin que ano que vem chegue o mais rápido possível!

Vikings004

About the Author

Leo Luz

Jornalista, fotógrafo e admirador de cultura japonesa. Gosta de jogos, mas sua paixão são as HQs. E os livros. E filmes.

Deixe uma resposta