[Review] Você precisa ver a animação divina de Castlevania

Oi Gente!

Geralmente os gamers torcem o nariz para adaptações feitas para as telonas do cinema e para TV!

castlevania02

Resident Evil, Assassin’s Creed, Warcraft (esse eu gosto, mas sou suspeita pra falar xD), entre outros, não foram lá uma coisa maravilhosa segundo a crítica e deixaram a desejar em muitos quesitos. O jogo virou (ãhn ãhn, sacou?) quando a Netflix decidiu fazer uma adaptação do game Castlevania.

Prevista para chegar ao canal de stream em agosto, a produção original dividiu opiniões: de um lado, o pessoal que não acredita mais tanto em games que viram filmes/séries; e do outro, a série seria na verdade uma animação e poxa, é a Netflix que ia fazer! Aí sim nós (do AN) vimos vantagem. Certo? CERTO!

Penna: O que tornou a série tão magnífica? Primeiro, a fidelidade no estilo hack’n slash que os jogos têm (com sangue para ninguém botar defeito); segundo pelo roteiro magnífico que mostra a história de Drácula antes de ser um tirano sanguinário e o porquê de ter se tornado um; terceiro, por colocar diálogos coerentes para o local, época e personagens; quarto, se você jogou os jogos, vai perceber as referências das habilidades e em alguns momentos em que vira uma “série em plataforma”. Simplesmente 10 de 10. Netflix, vocês acertaram em cheio. Que venham os próximos episódios.

castlevania03

A animação conta com 4 episódios com duração de 25 minutos e chegou no dia 07 de julho na plataforma. Siiiim, eles adiantaram para a nossa alegria! E te conto que vale a pena cada segundo, porém temos um pontada de decepção, pois a 2ª temporada (já confirmada) vai sair só em 2018. Posso dormir e acordar só ano que vem? 🙁

A história da série é pré-Castlevania 3 (sim, o jogo) e nos conta um pouco da vida de Drácula e de como ele conheceu a magnífica Lisa, uma médica da cidade local. Logo, depois nos apresenta Trevor Belmont, o último do clã Belmont que enfrentava vampiros e demônios para proteger a humanidade.

Ex-comungado da igreja por tratar de assuntos “do capiroto”, Trevor anda sem rumo pelo país, até encontrar com os Speakers e Sypha que o arrastará para as catacumbas em busca do Messias. Por não ter jogado Castlevania (shame on me!), eu confesso que fiquei um pouco confusa no começo da animação.

castlevania04

Mas com o desenrolar da série e o último episódio esclarecem várias coisas, então mesmo quem não jogou consegue tirar de letra a história, que é muito boa e segundo fontes confiáveis é extremamente fiel ao jogo. O roteiro é muito bem construído e cheio de humor da parte de Trevor que só pensa em beber e arranjar comida.

Durante os 4 episódios vemos muito sangue, violência e claro, aquela cutucada na ferida da igreja que se remete aos tempos da Idade Média, onde espalhava o ódio entre as pessoas para fazer o que ela quisessem (oh wait! isso ainda acontece né?!), inclusive queimar mulheres acusadas de bruxaria.

Apesar de curta, a série vale muito a pena e te deixa aquela vontade de sair zerando todos os jogos, para conhecer mais sobre esse universo sensacional de Castlevania. E para quem curte dublagem, a voz de Trevor Belmont é nada menos que Richard Armitage, o nosso eterno Thorin Escudo de Carvalho. <3 Mais um motivo!

castlevania05

About the Author

Kell Luz

Kell (ou Raquel para as formalidades), 26 anos, analista de sistemas e aprendiz de desenvolvimento web. Tem como hobbie comer, dormir, comer e jogar muito video game (enquanto come algo). É Sonysta, mas no lugar mais quentinho do seu coração é também uma Nintendista nata. Ama todos os animais, mas prefere os gatinhos. :3

Deixe uma resposta